Móveis

Format : CD

http://www.moveiscoloniaisdeacaju.com.br/

 

 

 

 

http://moveiscoloniaisdeacaju.com.br/musica/

 

Móveis Coloniais de Acaju é o resultado da união de nove artistas criados em Brasília, que decidiram se juntar em 1998 para formar uma banda. Como só poderia acontecer na Capital Federal, os músicos têm as mais variadas origens. Da pluralidade de integrantes e influências, nasce um som único e diverso, que mistura sax, flauta, gaita e trombone com teclado, guitarra, baixo e bateria e a voz marcante de André Gonzales.

Foi com a participação no festival Porão do Rock de 2000 que veio o primeiro grande trampolim. O show, enérgico e performático, ganhou repercussão em nível nacional, e o Móveis apareceu em diversos e importantes veículos de comunicação, como os jornais Correio Braziliense, O Globo e Folha de São Paulo. A banda venceu o FINCA (Festival Universitário da UnB) duas vezes: em 2001 por júri popular, e em 2002 pelo júri oficial.

A partir de 2005, ano de lançamento do primeiro disco, “Idem”, o grupo se torna presença constante nos principais festivais independentes do país, e conquista um público cada vez maior. Em 2008, “Idem” é eleito pela revista Senhor F. um dos 50 discos independentes mais importantes lançados entre 98 e 2008. A música “Copacabana” também entrou na lista como uma das 50 mais importantes do período. No mesmo ano, a banda realiza uma miniturnê de seis shows pela Europa.

O segundo álbum, “C_mpl_te”, é lançado online pelo selo Trama em 2009, com patrocínio da Volkswagen e produção de Carlos Eduardo Miranda (Raimundos, Mundo Livre S/A, Cansei de Ser Sexy). O Móveis se apresenta no Video Music Awards Brasil 2009 e concorre aos prêmios da MTV de melhor show e melhor banda de rock alternativo. O disco é eleito o 5º melhor do ano pela revista Rolling Stone, e “O Tempo”, a 4ª melhor música brasileira. Em 2010, a banda vence na categoria Experimente do Prêmio Multishow, recebe o troféu Artista do Ano por voto popular no 1º Prêmio da Música Digital, e o Prêmio Orilaxé, de melhor grupo musical.

Em 2010, a Mobília gravou e lançou seu primeiro registro audiovisual: o DVD “Ao vivo no Auditório Ibirapuera”, gravado e lançado em parceria com o Canal Brasil.

No terceiro álbum, “De lá até aqui”, a parceria com Carlos Eduardo Miranda continua. São 14 faixas, mais rock do que nunca, com referências que vão da Soul Music até baladas beatlemaníacas, passando pelo disco dos anos 70. O show de lançamento será nos dias 16 e 17 de agosto de 2013 no Auditório Ibirapuera – São Paulo – SP.

Em 2014, lançou o filme Mobília em Casa – Móveis Coloniais de Acaju e a Cidade, filme sobre Brasília, dirigido por José Eduardo Belmonte, diretor de Brasília, com grande destaque no cinema nacional.

De 1998 pra cá, o Móveis se apresentou em festivais importantes, como Rock in Rio (RJ), Planeta Terra (SP), Abril Pro Rock (PE), Vaca Amarela (GO), Grito Rock (RJ) e outros. Também circulou nas principais casas de shows nacionais, como Auditório Ibirapuera (SP), Circo Voador (RJ), Studio SP (SP), Studio RJ (RJ), Via Funchal (SP), Fundição Progresso (RJ), Canecão (RJ), Opinião (RS), Chevrolet Hall (BH), Granfinos (BH), SESC Belenzinho (SP) e SESC Pompeia (SP). Em 2010, o Rotas Musicais, projeto modelo de turnê da banda, foi contemplado pelo programa Petrobras Cultural para circulação em 12 cidades. Em 2012, o mesmo projeto foi patrocinado pelo Fundo de Apoio à Cultura da Secretária de Cultura do Distrito Federal para turnê em 9 cidades.

 O grupo foi um dos primeiros a disponibilizar todo o seu repertório para download gratuito na rede, em 2002. A internet é uma ferramenta essencial para a banda, que acredita na comunicação direta com o público, e busca se aproximar dos fãs nos shows e em projetos colaborativos, como produção de clipes, ações virtuais e etc.

This is a demo store for testing purposes — no orders shall be fulfilled.